Curitiba, um Brasil diferente

Conhecer Curitiba é conhecer um Brasil diferente, pelo menos do ponto de vista de um turista. Assim que aterrámos no aeroporto internacional Afonso Pena, percebemos que esta cidade nos mostraria uma realidade a que não estávamos habituados neste país.

O frio que se fazia sentir às 18h da tarde, já fazia prever o que iríamos sofrer nas duas noites em que estaríamos na cidade. Não íamos preparados para tão baixas temperaturas, é um facto. Sempre achei impossível ficar a “bater o dente” no Brasil. Continuar a ler

Paraty, para mim, e para o mundo

Paraty é para os parâmetros brasileiros uma cidade pequena. Tem cerca de 40000 habitantes e localiza-se a cerca de 4h de viagem de autocarro do Rio de Janeiro.
A cidade tem um dos centros históricos mais bem preservados do Brasil e nele podemos apreciar a verdadeira arquitectura colonial portuguesa. As casas típicas e as ruas de pedra não deixam dúvidas, a presença portuguesa nesta cidade foi intensa.
Paraty encontra-se em boa parte, abaixo do nível médio das águas do mar, o que faz que durante as marés vivas, as ruas do centro se inundem, dando origem a canais de água, tornando esta cidade conhecida como a Veneza Brasileira. Continuar a ler

A nossa experiência de voluntariado.

Desde pequenos que tanto eu como a Joana sempre dissemos que um dia gostávamos de fazer voluntariado. Esta oportunidade surgiu em 2016 quando visitámos o Brasil.

Aquando da nossa visita à favela do Vidigal ficamos a conhecer o Instituto Todos na Luta que se trata de uma associação sem fins lucrativos, qualificada pelo Ministério da Justiça Brasileiro como Organização da Sociedade Civil de interesse Público. Continuar a ler

3 lugares no Rio de Janeiro para os amantes de livros

Aqui me confesso: adoro livros e adoro ler. Inevitavelmente, os livros – seja como objecto de leitura ou de contemplação – fazem parte das nossas viagens. Não é que faça uma lista extensiva de lugares que pretendo visitar antes de ir, mas há bibliotecas ou livrarias cujo nome sei de cor quando me falam de uma cidade. Já chegámos a fazer trajectos com o propósito de matar esta minha sede e posso dizer que nunca nos arrependemos. O que é que pode ser algo pouco merecedor de se conhecer, quando está ligado aos livros? Nada!  Continuar a ler

Bem-vindo à cidade alegria, bem-vindo a Salvador

Salvador é a capital do estado da Bahía e é o terceiro município com mais população do Brasil. A Bahía é banhada pelo oceano Atlântico durante 900 quilómetros de costa, o que a faz ser muito procurada por aqueles que querem fazer praia. Situa-se na região nordeste do Brasil e é o estado que mais fronteiras tem com outros estados. Salvador foi o local da chegada de vários portugueses em 1500 e mais tarde começou a ser povoada por estes, o que nos faz encontrar imensas influências portuguesas pela cidade. Por vezes sentimos que estamos na baixa de Lisboa a contemplar alguns monumentos portugueses, mas as baianas vestidas a rigor, a água de côco e o acarajé não nos permitem prolongar esse pensamento. Continuar a ler

Fazer praia no Rio

Não é por acaso que o Brasil tem duas das mais famosas praias do mundo, Copacabana e Ipanema.  Os areais cobertos de areia branca e fina, o mar translúcido e os milhares de pessoas que as enchem todos os dias, não enganam. A praia é o sitio ideal para se estar no Brasil.

Durante a nossa primeira parte da estadia no Rio de Janeiro, o tempo para fazer praia foi muito pouco, tal era a quantidade de coisas que tínhamos para visitar na cidade e, por isso mesmo, fazer praia tornou-se secundário. Continuar a ler